Skip to content Skip to footer

O advogado é um passageiro

Algumas pessoas buscam no advogado apenas um aliado para manter suas convicções, mas é importante que a pessoa esteja aberta para percorrer um caminho diferente na busca da solução do seu problema. Afinal, o advogado é só um passageiro.

Como advogada, eu vou passar pelo conflito, mas quem irá permanecer na relação é o marido e a mulher. E, no direito de família, é comum não lidar só com o problema, mas também com a emoção dos envolvidos. Até porque quem chega com um conflito, tem uma dor que quer solucionar.

É comum ouvir da cliente “O que você escolheria? O que você acha que eu deveria escolher?”, mas essa escolha é uma escolha particular. Essa escolha vai impactar muito na vida da mulher, na vida dos filhos, e as consequências vão ser sentidas pela cliente, então é ela quem deve fazer. Não precisa ser uma escolha impulsiva, é importante pensar.

Meu papel é informar os riscos, as vantagens, desvantagens, como o judiciário trata a questão, quais dificuldades vamos enfrentar, mas não decidir por ela. Resumidamente, meu papel da relação é pensar “Como vai continuar essa relação depois que eu passar ou que um processo judicial passar?”.

Minha posição enquanto advogada é ajudar, pensar no futuro e analisar qual a melhor maneira de solucionar aquele problema de forma a evitar ao máximo que a pessoa tenha que voltar ao judiciário. Essa caminhada é junto com a cliente.

É um processo complicado, mas é preciso parar com a visão do advogado que pensa que o cliente é incapaz de fazer escolhas sobre a sua própria vida. E tudo isso faz parte de um processo de fortalecimento, de recuperar a autonomia das pessoas e superar o pensamento de que você precisa de um advogado para decidir o que fazer e um juiz para te dizer o que fazer.

Aos poucos, a cliente começa a tomar a responsabilidade pelos seus problemas e se sentir capaz de resolvê-los. Afinal, a gente precisa do olhar do outro para enxergar quem a gente é e do que somos capazes. E esse outro é o advogado. O processo de fortalecimento passa por aí.

Leave a comment