Skip to content Skip to footer

Devo procurar um advogado exclusivo pra mim se meu divórcio é consensual?

O divórcio amigável pode ser feito com advogado comum ou advogado exclusivo. Você sabe a diferença entre os dois? O objetivo do artigo de hoje é de ajudar a decidir se precisa de contratar um advogado exclusivo pra você ou se um só advogado pode realizar o divórcio.

Alguns casais, quando se divorciam, não querem discutir por longos anos num processo judicial e resolvem fazer o divórcio consensual. O divórcio consensual, também chamado de divórcio amigável, ocorre quando o casal aceita o divórcio e consegue resolver todos os assuntos sem precisar recorrer à justiça.

Normalmente, dentro de um divórcio, além de informar o fim da relação, também se discute divisão de bens, guarda dos filhos, pensão alimentícia, regime de convivência com os filhos…

No divórcio consensual, além do acordo ser resolvido em um tempo menor que nos processos judiciais onde tem briga, as partes vão negociar e criar soluções para eventuais impasses sem precisar transferir as decisões pra um juiz. Dessa forma, a boa relação entre eles se mantém, e não vai ser desgastada, apesar do término do relacionamento.

O papel do advogado no divórcio consensual é redigir as cláusulas do acordo e orientar cada um dos dois a tomarem decisões baseadas na lei, nas decisões e entendimento dos tribunais e na prevenção de conflitos. Até porque, não é porque os dois estão de acordo em fazer um divórcio amigável, que não existam posições e interesses diferentes para os dois na discussão.

Além disso, o advogado vai acompanhar a formalização desse divórcio, que pode ser feita no judiciário ou no cartório.

Mas a pergunta é: qual a diferença da atuação do advogado em comum pro casal e o advogado exclusivo?

Quando temos um só advogado em comum para o casal, ele vai representar os dois e vai conciliar o interesse dos dois. Ele vai ouvir as necessidades de cada parte e orientar os clientes do ponto de vista jurídico, oferendo opções para que eles cheguem em um acordo através de soluções equilibradas.

Agora, se você contratar um advogado exclusivo para você, ele vai atuar de forma parcial em prol do seu interesse. Então, o seu advogado vai negociar os termos de acordo com o advogado da outra parte.

Existem casais que se contratam o advogado em comum e outros que se sentem mais confortáveis em ter um advogado exclusivo. A melhor opção vai depender de você: Com qual você se sente mais confortável?

No fim das contas, o importante é que as partes consigam manter o diálogo, manter uma boa relação e que resolvam suas diferenças, exponham suas necessidades e cheguem a um acordo bom, justo e que deixe ambos satisfeitos.


Precisando de ajuda para resolver seus problemas de família? Entre em contato conosco e fale com um especialista. Realizamos reuniões presenciais e, por videoconferência através de nossas salas virtuais com certificado de segurança. Atendemos clientes em todo Brasil.

Leave a comment